<$BlogRSDUrl$>

20/05/2005

7ª Conferência ... 


.
Está hoje e amanhã a decorrer a "7th International Conference on the Regulation of Nursing and Midwifery" em Taipei, Taiwan. Esta conferência, desenvolvida pelo "International Council of Nurses", apresenta o que de melhor se tem feito para uma prática de Enfermagem Avançada. O nosso país, não poderia obviamente faltar.

Fica aqui o link para o abstract da participação portuguesa:

Nursing self-regulation: Portugal case

Quem quiser consultar a lista das restantes comunicações (com os seus abstracts), pode faz-lo aqui:

Abstract by Title

(:)) Carlos.

27/01/2005

Novos Blogs... 

.
Mais blogs juntam-se a esta já grande "família" de Enfermeiros na Net.

Espera-se que façam o que eu digo, não o que eu faço! Postem mais!

Existe necessidade de dar a conhecer o nosso trabalho, de partilhar ideias, estabelecer sinergias.

Bem Hajam!

Com Amizade, Carlos

PS- Vejam os links para os blogs "Conversamos?!", "Nós por cá...na Saúde" e "Nurse...Angel of Life...", disponíveis na coluna ao lado.

02/11/2004

Haja Justiça! 

.
Como eu, muitas pessoas devem ter ficado satisfeitas com a absolvição da jovem acusada de crime de aborto, levada hoje a tribunal. Independentemente da opinião pessoal e sensibilidade de cada um face a este tão grave problema de saúde publica (e os enfermeiros, como qualquer pessoa tem direito ás suas opiniões...), esta situação foi uma mancha naquilo que deve ser o atendimento a qualquer pessoa em sofrimento.

Primeiro, porque houve a suspeição de que um colega meu teria feito a denúncia, o que vai vai contra os mais elementares noções de respeito pela privacidade, que o Enfermeiro deve cumprir.

Segundo, porque mesmo uma suspeição (ainda está em curso o inquérito na Ordem dos Enfermeiros...), poderia levar outras mulheres, com complicações após abortos clandestinos, a não recorrerem aos serviços de saúde, por medo de serem criticadas, denunciadas e presas, com um grande risco para as suas vidas.

Gostei bastante da atitude da Juiza, espero que em futuras situações (se estas infelizmente se vierem a repetir) mereçam igual humanidade da parte de outros juizes.

Fica aqui o link, para quem quiser ver a notícia em pormenor.

  • Jovem acusada da prática de aborto foi absolvida


  • Gostei ainda muito de ouvir a Enfª Lucília Nunes, em representação da Ordem dos Enfermeiros, numa reportagem do Jornal da SIC. Penso que soube mostrar que o Respeito pela Privacidade é um valor que os Enfermeiros, na sua globalidade, sabem respeitar.

    Fica também o link da página Web desta Enfermeira, na coluna ao lado (tem o nome de "Caminhando"), para quem quiser conhecer melhor esta nossa colega.

    Pela minha parte, espero que a hipocrísia em relação ao Aborto termine, pois não acredito que se resolvam problemas de Saúde Publica com Cadeia. E o ABORTO CLANDESTINO é um PROBLEMA GRAVE de Saúde Publica.


    26/10/2004

    É de lamentar... 

    .
    Pela primeira vez (pelo menos que se saiba...), um espaço de Enfermagem português terá sido atacado por Crackers.

    Na página principal do Forum Enfermagem, espaço de partilha por excelência de muitos enfermeiros internautas, encontra-se actualmente uma aviso, por parte dos seus administradores, de que este site terá sido "atacado", no passado dia 24 de Outubro.

    Esta situação é óbviamente de lamentar. Não consigo compreender o ínteresse de alguém em interferir num espaço de profissionais que dedicam o seu dia a dia, ao Bem de todos. Não deve haver alguém que em determinado momento da sua vida, não tenha merecido a atenção dos Enfermeiros, para si ou para os seus.

    A Internet é um espaço que permite a troca de experiências, vivências, conhecimentos teóricos, permitindo a uma classe profissional como a nossa, possa interagir entre si, independentemente dos seus horários ou localização. Esta interacção é benéfica para todos.

    Os Enfermeiros, habituados a diariamente a estabelecer relações com os seus doentes e famílias, encaram frequentemente com desconfiança os computadores e restante tecnologia. Ataques como este só podem aumentar esta animosidade.

    Considerando que se ataques existem, é porque existem vulnerabilidades, que podem ser minoradas por comportamentos correctos de navegação, também é certo que para cada vulnerabilidade descoberta existem muitas mais ainda por descobrir, só conhecidas por alguns e que alguém mais mal intencionado poderá utilizar.

    Por isso, só posso apelar a que estes ataques não se repitam. Provavelmente quem não os fizer, poderá no futuro comprovar que a sua escolha foi a mais correcta.

    De um Enfermeiro ínteressado nas novas tecnologias, fica aqui o apelo.

    Com Amizade, Carlos.

    Desconvocação da Greve Geral... 

    .
    A Greve Geral de 27 e 28 de Outubro foi desconvocada, em vírtude do acordo entre a Ordem dos Enfermeiros e a Unidade de Missão das SA.

    Como a totalidade dos meus colegas, congratulo-me com o recuo deste Governo em relação a uma proposta extremamente gravosa para todos os clientes destes Hospitais, assim como para todos os seus funcionários (Enfermeiros incluidos...).

    No entanto, não consigo considerar esta situação como uma vitória total. Os Enfermeiros continuam a ter razões de queixa, quanto á precaridade de emprego, quanto a sua carreira salarial, quanto ao seu futuro como profissionais activos na gestão hospitalar. Para quando novas acções conjuntas dos três sindicatos pelo Bem Comum?

    Com amizade, Carlos.


    29/09/2004

    Os Enfermeiros não estão contra ninguém... 

    .
    Os Enfermeiros não estão nunca contra ninguém. Não faz parte da nossa razão de existir. Os Enfermeiros enquanto profissionais de Saúde, querem para todos o seu melhor "Bem estar físico, psiquico, social e espiritual". Esta é uma das diversas definições de Saúde, em que a Enfermagem se suporta para a prestação de cuidados. Para a Enfermagem é tão importante a promoção da Saúde, como o combate à Doença.

    Esta postura não óbviamente coincidente com uma abordagem economicista, em que a Saúde é vista unicamente como a ausência de Doença, em que os cuidados hospitalares suplantam os cuidados primários, em que as intervenções dos profissionais de Saúde são vistos unicamente como actos isolados, sem uma abordagem global ás necessidades específicas de cada índividuo e dos seus agregados famíliares.

    É por isto que não faz sentido falar de cuidados mais nobres e de cuidados menos exigentes. Todos os cuidados fazem parte de um todo e é necessário profissionais com uma formação adequada, para que estas metas sejam alcançadas.

    Ao pretender-se formar-se Auxiliares para a prestação de Cuidados de Enfermagem, estão-se a correr riscos de grande gravidade, quer para os Utentes (que não recebem os melhores cuidados a que tem direito), quer para os próprios Auxiliares (pois são-lhe atribuidas funções, para as quais não têm a formação, nem a experiência adequada, pondo em risco as suas carreiras).

    Os Enfermeiros ,não estão obviamente contra a formação dos Auxiliares. Quantas vezes tem sido os próprios Enfermeiros, os dinamizadores de cursos de formação para estes profissionais. Agora não é possivel fazer em meses, o trabalho de anos, e qualquer tentativa nesse sentido, é errada.

    Nos últimos dias, face a alguma desinformação dos "Media", muita gente tem-me perguntado contra quem os Enfermeiros estão. Fiz este artigo, na esperança de os esclarecer.

    Os Enfermeiros não estão contra ninguém. Estarão contra este Ministro e as suas políticas, se este assim o quiser... Mas os Enfermeiros estarão sempre, a favor de todos nós...

    Com Amizade, Carlos.




    29/08/2004

    Beautiful people do not just happen... 

    .
    Elizabeth Kubler Ross, médica suiça, e por muitos conhecida como autora do livro "Sobre a Morte e o Morrer" (onde descreve as suas vivências com Doentes Terminais), morreu na passada terça-feira, 24 de Agosto de 2004. Tinha 78 anos e faleceu após doença prolongada.

    Num mundo em constante ebulição, em que acidentes e ataques terroristas se sucedem, a notícia da sua morte passou um pouco ao lado das grandes notícias da actualidade.

    No entanto, a Dra. Kubler Ross, influenciou durante gerações, milhares de técnicos de saúde. Como Enfermeiro, também partilho um pouco dessa herança. Lamento a sua morte e penso que a melhor forma de lhe prestar Homenagem é continuar a estar disponível para estes Doentes e suas Famílias.

    Mas não gostaria de deixar passar sem referência esta Perca para todos os acreditam em Cuidados Paliativos, e em particular na Pessoa Humana. Fica aqui o link para a sua página na Net .


    Elisabeth Kubler Ross

    Como ela dizia "Pessoas Bonitas não acontecem simplesmente..."
    Ela ajudou a haver mais pessoas bonitas...

    Com Amizade, Carlos.


    26/07/2004

    A Enfermagem e os Foruns... 

    .
    Ainda antes de existirem blogs sobre Enfermagem, já existiam foruns sobre Enfermagem.
    Estes projectos iniciais, foram de grande relevo para a divulgação da profissão, ainda que muitos não se tenham conseguido manter. Por alguma razão que ainda me custa a perceber, os enfermeiros visitavam-nos, mas não aderiam, e os fundadores destes projectos acabavam por desistir.

    Os motivos desta "não aderência", podem ter sido vários:

    Revejo-me um pouco em todos estes pontos, já que também tentei elaborar um forum que durante alguns meses fez parte desta página. Por tudo isto (ou talvez não...), tive só 7 corajosos (os meus parabéns pelo esforço...) a inscrever-se nesse forum. Por carolice minha, tive problemas de Hardware que não fui capaz de resolver, tendo perdido o acesso a esse forum. Ainda considerei elaborar outro, mas o pouco entusiasmo demonstrado, não me incentivou a fazê-lo. Tinha outros projectos em curso que já me roubavam muito tempo. Para além disso, os blogs estavam a cumprir muitas das funções dos foruns.

    Os Blogs efectivamente representam o pensar e o sentir de muitos Enfermeiros. Só têm para mim uma desvantagem em relação aos foruns. Se os blogs estimulam a interactividade com os seus leitores, também é certo que os autores dos blogs (ainda que muitas vezes inconscientemente) condicionam os assuntos desenvolvidos. Isto é, habitualmente os comentários tem sempre algo a ver com o artigo em questão. Se um assunto importante não for tratado num artigo, muito provavelmente não será igualmente tratado num comentário. Com o marasmo que tem caracterizado o advento de novos blogs sobre Enfermagem, como representar tantos pensamentos heterogéneos na profissão de Enfermagem, tantos assuntos a merecer discussão?

    A força da Enfermagem vem do trabalho de Equipa e como tal todas as opiniões devem ser ouvidas, com igual respeito e igual responsabilidade. Hoje em dia, é possivel criar facilmente uma caixa de correio sem ter que partilhar informação confidencial. Assim, porque não participar num forum e ser também um elemento activo nestas discussões online sobre Enfermagem?

    Há algumas semanas conheci na Net, o Pedro e o seu projecto de forum de Enfermagem. Pareceu-me um projecto sério, com uma qualidade que ainda não tinha encontrado equivalente. Inscrevi-me nele, e acompanhei-o durante a reformulação do seu forum. Acredito que o seu projecto cumpre os objectivos e funções de um forum de Enfermagem. Muitas sinergias podem aqui ser obtidas, com evidentes resultados para os Enfermeiros e seus utentes. Podem-me assim encontrar neste forum.

    Espero encontrar-vos também! O link fica disponível na coluna ao lado.

    Com Amizade, Carlos.




    23/06/2004

    Relatório da Primavera 2004... 

    .
    O Observatório Português dos Serviços de Saúde tem já na sua curta existência, um historial de criação de diversos documentos de referência, necessários a todos os que se interessam pela Saúde e a sua Gestão em Portugal. Trata-se de informação credível, factual e imparcial, o que neste país em que "muito se fala, pouco se diz e nada se discute", não deixa de ser um esforço a valorizar.

    O Observatório resulta da parceria entre algumas instituições de ensino:

    Escola Nacional de Saúde Pública
    Faculdade de Economia de Coimbra - Centro de Estudos e Investigação da Saúde da Universidade de Coimbra
    Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa
    Instituto Superior de Serviço Social do Porto

    Na sua página de apresentação (disponível na coluna ao lado...), este é referido como:

    "O Observatório Português dos Sistemas de Saúde (OPSS) tem como finalidade proporcionar a todos aqueles, que de maneira ou outra, podem influenciar a saúde em Portugal, uma análise precisa, periódica e independente da evolução do sistema de saúde português e dos factores que a determinam. O propósito é facilitar a formulação e implementação de políticas de saúde efectivas.

    Os seus principais objectivos podem resumir-se da seguinte forma: (a) analisar prospectivamente a evolução do sistema de saúde português; (b) tornar essa analise facilmente acessível a todos os interessados; (c) constituir e melhorar continuamente uma base de conhecimentos sobre a gestão da saúde, de forma a estimular a análise dos sistemas de saúde e a investigação sobre serviços de saúde; (d) reforçar as relações de trabalho com outras instituições e projectos Europeus similares, muito particularmente com o Observatório Europeu de Sistemas de Saúde.

    O OPSS não toma posição em relação às agendas políticas da saúde. Procura antes analisar objectivamente o que tem estado a acontecer no sistema de saúde, desde os processos de governação até às acções dos principais actores da saúde, reunindo a evidência que suporta esses processos, acções e os seus resultados.

    O OPSS é constituído por uma rede de investigadores e instituições académicas dedicadas ao estudo dos sistemas de saúde (Figura). Esta organização em rede permite uma considerável pluralidade de pontos de vista, uma importante complementaridade de competências e uma gestão flexível das capacidades disponíveis.

    O OPSS produz anualmente um relatório síntese da evolução do sistema de saúde português (Relatório de Primavera), e elabora e publica trabalhos técnicos relacionados com este tema (Cuidados de Saúde Primários em Portugal, 2002). Para este efeito procura estabelecer progressivamente um dispositivo observacional adequado e promover regularmente reuniões técnicas para aprofundar os temas seleccionados para análise. O OPSS, para além de observar o presente e analisar o passado mais ou menos imediato, procura estabelecer cenários sobre o futuro e aprender através de uma comparação contínua entre o "previsto" e o "observado".

    Para melhorar a capacidade do OPSS organizar e gerir uma base de conhecimentos adequada aos seus objectivos e partilhá-la com todos aqueles que se interessam pelo sistema de saúde português, está em curso o desenvolvimento de um portal "gestão.saúde" (www.observaport.org)."


    De especial importância reverte-se o seu último Relatório da Primavera, com o título "Incertezas... Gestão da Mudança na Saúde".

    Neste fala-se das últimas políticas do Ministério da Saúde, desde as listas de espera, os hospitais SA e a Entidade reguladora da Saúde, entre outros.

    Fica aqui o link, a não deixar de ler...

    Relatório da Primavera de 2004 - Versão Completa

    Fico a aguardar comentários.
    Com Amizade, Carlos.

    10/06/2004

    Justiça... 

    .
    Já há varias semanas que existe mais um blog sobre Enfermagem. A sua autora através dos seus artigos, tem sabido explorar novos temas, trazendo um importante contributo a esta comunidade de blogs de Enfermagem.

    Em anteriores artigos, tenho apelado á maior participação dos nossos leitores através de novos projectos, o que esta colega efectivamente fez. Dai ser injusto só hoje ter posto o seu endereço na coluna das hiperligações, mas sendo este um projecto pessoal, estou limitado pelos meus outros projectos, assim como pelos problemas de "hardware" que por vezes impedem-me o acesso á comunidade. Fica assim rectificada esta "injustiça", desejando desde já uma próspera continuidade a este Blog.

    Aproveito ainda para apelar a que novos Blogs se juntem a esta comunidade. Pela minha parte, como no passado já fiz com outros blogs, estou disponível para ajudar.

    Com Amizade, Carlos.

    12/05/2004

    Dia Internacional do Enfermeiro 

    .
    Hoje comemora-se o Dia Internacional do Enfermeiro. Nunca valorizei muito as Efemérides, mas esta data é para mim muito especial. Não por mim ou pelos outros enfermeiros que actualmente trabalham nos hospitais e centros de saúde. Para nós, está presente a necessidade de saber ser Enfermeiro todos os dias e não é uma data em particular que destaca todo o esforço desenvolvido pela nossa classe profissional na Promoção da Saúde em Portugal.

    Temos o que merecemos e a resposta da Sociedade é directamente proporcional ao trabalho por nós desenvolvido. Somos responsáveis pelo nosso Reconhecimento, mas somos também responsáveis pelas nossas falhas. Mas considero este dia especial, pelos Enfermeiros já reformados. Se hoje temos um Presente, tivemos necessariamente um Passado. Alguns destes Enfermeiros foram referências fundamentais no ínicio da minha carreira profissional. Os seus exemplos foram as razões fundamentais pelo qual escolhi esta profissão. Apesar de muitos não terem formação académica ou conhecimentos sobre Modelos e Teorias de Enfermagem, com eles aprendi a importância do Cuidar.

    No seu Empirismo, encontrei muitas vezes bom senso e um profundo saber das especificidades humanas. Se os registos não traduziam muito, havia uma conhecimento que passava oralmente, apoiado na memória e na dedicação. Sabiam tudo sobre os seus doentes, fruto da sua iniciativa pessoal. Se não faziam Planos de Cuidados, nunca os vi esquecer de os prestar. Sendo um conhecimento não sistematizado,também nunca os vi tratar os doentes de forma igual. De acordo com as especificidades de cada utente, assim eram as suas respostas. Actualmente, a Enfermagem evoluiu muito e as estes Enfermeiros muito deve.

    Por vezes, somos críticos em relação aos seus defeitos (também os tinham...) e somos arrogantes com os nossos novos saberes e competências. Estes são realmente necessários para os desafios que hoje a Saúde enfrenta (a Pobreza, a Miséria, a Ignorância, a Fome...), mas estes saberes não bastam se entretanto perdermos a essência da Enfermagem pelo caminho. A geração de "Yuppies" a que pertenço, está sujeita a tentações, em que uma postura corporativista, por vezes, tem-nos posto em primeiro lugar em relação aqueles que jurámos proteger.

    Nas urgentes Reformas da Saúde, muitas vezes temos abdicado das nossas responsabilidades, por um conforto assaz mesquinho. talvez ainda vamos a tempo de o recuperar, e possamos ter maior intervenção no Futuro, em conjunto com as nossa Instituições Representativas (Ordem dos Enfermeiros, Sindicatos...). É que o Presente de hoje é o Futuro dos nossos colegas que hoje estudam Enfermagem. Gostaria muito de conseguir fazer por eles, o que outros fizeram por mim.

    A eles muito devo. Aos meus colegas reformados o MEU MUITO OBRIGADO!

    UM BOM DIA para quem nunca deixou de ser ENFERMEIRO.

    Com Amizade, Carlos.

    14/04/2004

    O Futuro dos Blogs (2)... 

    .
    Depois de uma pausa (a que a época da Pascoa não foi alheia, assim como alguns problemas com o "hardware" disponível para vir a este blog...), é com satisfação que regresso a este espaço.

    Gostei bastante dos comentários ao anterior artigo.

    Penso que em alguns aspectos terão razão, quanto mais não seja pela persistência dos visitantes (20 visitas por dia num blog sem novos artigos desde o ínicio de Abril), é sinal de que os Blogues de Enfermagem estão para ficar!

    No entanto, continuo a lamentar o não surgimento de outros blogues portugueses sobre Enfermagem. A sua vinda seria muito construtiva, acrescentando novas dimensões a esta comunidade de Enfermeiros na Net.

    Gostaria ainda de referir que o blog "Enfermagem nas Ucis" encontra-se em remodelação (há quase dois meses, é certo...), mas promete voltar em força, com um projecto dirigido a todos os Enfermeiros que prestem cuidados a doentes críticos.

    Será um projecto de equipa (meu e de outro colega), em que o anonimato não será usado e onde a coloboração de todos os interessados nesta temática será necessária. Como primeira iniciativa desta equipa, gostaria de convidar todos os Enfermeiros de Cuidados Intensivos, a colaborar num recenseamento de endereços de Email de UCIs portuguesas, com o objectivo final de estes ficarem disponíveis no Blog "Enfermagem nas Ucis", para intercâmbio de ideias e projectos entre os diferentes serviços. Quem quiser colaborar pode enviar a sua mensagem para a caixa de correio deste Blog.

    Para finalizar, o "SOS-Jornal de Enfermagem" encontra-se a realizar uma sondagem para avaliação da opinião dos seus leitores sobre os blogues de Enfermagem portugueses, pelo que aproveite o link e deixe também a sua opinião.

    Sondagem do JE

    Esperando não estar outro mês para colocar um novo artigo...

    ...despeço-me com Amizade.

    Carlos.

    04/03/2004

    O Futuro dos Blogs (1)... 

    .
    Qual é o futuro dos blogues portugueses sobre Enfermagem?

    Esta é uma questão que me preocupa, sendo eu parte deste conjunto de espaços Web, onde enfermeiros comuns escrevem sobre as suas ideias, valores, curiosidades, dúvidas. Olhando para o passado recente, no início de Dezembro de 2003, lembro-me da minha incredulidade ao verificar a quase inexistência de blogues sobre Enfermagem, havendo só na Internet referências a blogues brasileiros de estudantes de enfermagem, em que essa era única sugestão à profissão, não diferindo de outros blogs da cultura "juvenil", com referências a filmes, música e outros gostos pessoais dos seus autores. Podem imaginar a minha desilusão!

    Mas, como enfermeiro, estou habituado a "desenrascar-me", a aproveitar as condições que me são oferecidas, pelo que mesmo assim avancei com este desafio que impûs a mim próprio. Seria capaz de desenvolver algo que outras pessoas quereriam ler?

    Para início de conversa, porquê criar um blog ao invés de uma página Web normal, daquelas que são oferecidas pelos servidores Web como o Sapo, o Clix, a Oni, entre outros?

    A resposta resultou de uma forma natural. As páginas Web são de difícil criação para quem não têm experiência (os modelos de folhas de estilo exigem alguns conhecimentos sobre HTML, e as feitas com a maioria de tutores fornecidos pelos servidores são de gosto discutível), além de que uma página Web aparece como um trabalho já feito, acabado, só com pontuais actualizações, portanto um produto muito completo e bem estruturado.

    Não era nada disto que eu queria fazer, pois não me considero com conhecimentos suficientes para achar que posso publicar uma página com estas caracteristicas sobre Enfermagem. Pelo contrário, tenho muitas dúvidas, fruto das diversas reflexões sobre esta profissão. Das poucas certezas que tenho, é que existem muitos mais a preocuparem-se igualmente, com os mesmos temas.

    Os Blogues permitem pela sua estrutura de fácil actualização, pôr na Net de uma forma rápida, ideias e opiniões, agrupadas cronologicamente, com um sistema de arquivo. Se me permitirem a comparação com os suportes escritos, as páginas web normais são o equivalente a livros, enquanto os blogs são como os jornais e as revistas. Adicionalmente, a maioria dos servidores permitem ferramentas que estimulam a interactividade, como o acesso a comentários e a estatísticas das visitas recebidas. Pareceu-me esta a opção correcta e o tempo tem vindo a comprovar esta escolha.

    Desta forma tenho vindo a escrever sobre algumas ideias minhas, assim como tenho tentado chamar a atenção para outras páginas de que gostei, referindo-as em artigos e criando links para elas. Foi com alguma supresa inícial, mas também com manifesta satisfação, que fui descobrindo outros blogs portugueses sobre Enfermagem. É certo, que estes blogs são projectos diferentes com artigos específicos, privilegiando uns a divulgação ciêntifica, outros o papel social da Enfermagem e o Sindicalismo, outros a ironia e a crítica, por vezes nem sempre construtiva, atítude em que não me revejo.

    O certo é que estes diferentes blogues evoluiram para o que se chama na Net de "Web Rings", conceito que exprime um conjunto de páginas Web ligadas entre si por hiperligações, formando uma rede de interacções. Estamos assim, muito próximos dos aspectos fundamentais que caracterizam uma comunidade, neste caso uma comunidade na Net.

    Isto levanta algumas implicações importantes, que gostaria de salientar:

    1º - O anonimato dos autores e dos comentadores. O anonimato sempre foi garante de autores (repare-se nos pseudónimos de tantos escritores), dando liberdade de expressão a quem de outra forma não o faria. No entanto, o anonimato também
    protege os caluniadores, as pessoas que escrevem comentários usando o nome e endereço de outras (o que é possivel), retirando credibilidade a quem se esforça por tentar passar uma imagem construtiva. Não estando nós separados do resto da Net, esta situação que infelizmente é comum, pode também se tornar frequente nas nossas páginas. Não quero com isto dizer que quem quer manter o anonimato, não tenha o direito de o fazer! Mas todos devemos estar conscientes deste facto, não o esquecendo. Pela minha parte, vou estar atento a estas situações. Ainda fiz a opção pessoal, de responder neste blog pelo meu nome. Também não tenho qualquer problema em assumir tudo aquilo que escrevi. Os meus amigos e conhecidos sabem que escrevo neste blog, pois eu próprio lhes facultei o endereço.

    2º - O número de visitas.Pode ser lesivo para o nosso Ego, mas ainda somos vistos por um conjunto ínfimo de leitores. Nas páginas Web normais, um visitante ao consultar uma página, só a volta a consultar, provavelmente, muito tempo depois. Isto não acontece nos blogues, em que é natural que um leitor consulte as páginas da sua predilecção, com uma regularidade de pelo menos uma vez por semana. Assim, blogs com muitas visitas podem não significar um leque alargado de leitores. É ainda natural que se criem preferências, que tendem a fazer parte dos mesmos "Web Rings". Formam-se assim círculos fechados, pouco receptivos ao exterior. A inexistência de listas activas dos blogs portugueses, prejudica a divulgação destes espaços junto de potenciais interessados. É certo, que é sempre possivel ter novos leitores através dos motores de busca, mas muitos internautas não sabem melhorar a sua utilização, tendo que percorrer milhares de endereços, até encontrar páginas que correspondam ás suas expectativas. Ainda para a grande maioria dos Enfermeiros, a Internet é uma miragem, não a tendo, não a utilizando, nem compreendendo a sua necessidade.

    3º - A influência dos artigos.Tem sido com alguma surpresa, que tenho observado alguma apreensão de algumas pessoas, sobre os conteúdos dos blogs. Os blogs representam a oportunidade de o enfermeiro comum (ou dito como tal) manifestar as suas opiniões, que sendo próprias, não têm que representar as ideias dos representantes efectivos da classe, sejam estes a Ordem ou os Sindicatos que os possam representar. É obvio que pode haver um apelo ao populismo em determinadas situações, mas de uma vez por todas, têm que ser assumido que os Enfermeiros, na sua totalidade, são responsáveis para decidir se concordam ou não com determinada posição mais polémica. Se houver comentários que possam ser discutíveis, estes são reflexos do nosso "Portugal português". Cabe a todos contribuir para essas discussões, valorizando o que é bom, criticando o que está mal (sem cair na crítica vulgar e na ofensa pessoal), sugerindo soluções no que pode ser melhorado. A Unidade não pode ser confundida com Passividade, sob pena de perder-se determinação no nosso Papel Social. Claro que quem quer partilhar uma mensagem, deve fazê-lo bem mas, não só quem escreve bem ou estuda mais deve ter um blog ou fazer um comentário! Esta forma de censura, contraria toda a razão de ser dos blogues. Claro que quanto melhores os artigos ou comentários, mais construtivos serão os resultados. Logo, as pessoas de referência na profissão poderiam aproveitar este exemplo, para através de novos blogues, ou de comentários nos existentes, vincularem junto da sociedade os seus pontos de vista. Seriam efectivamente, muito Bem Vindos!

    Estas três considerações, são aspectos que, entre outros, me preocupam. Se não forem fruto de meditação por parte dos blogueiros, receio que os Blogues sejam mais uma Moda que caia no esquecimento, sem repercussões de maior. Terminando os Cursos de Complemento de Formação de Enfermagem em 2006 (não há garantias que continuem posteriormente...), os Enfermeiros perdem outra oportunidade de discutirem entre pares, independentemente do serviço, hospital, opção sindical ou local de residência.

    Agradeço a paciência de quem me leu até ao fim...
    Aguardo os vossos comentários.

    Com Amizade, Carlos.

    29/02/2004

    Blogs sobre Enfermagem (4)... 

    .
    A diversidade sempre foi uma caracteristica da Natureza. O mesmo se passa com a Internet!

    Este ambiente virtual tem como principal riqueza, o poder ter multiplos rostos, que reflictam diferentes pontos de vista ou até diferentes vivências.

    Terminei recentemente o Complemento de Formação de Enfermagem e considero que essa experiência enriqueceu-me muito. A Escola deu-me oportunidade de falar com colegas de outros hospitais, outros serviços, o que me ajudou a perceber que apesar de muitas diferenças entre nós, os Enfermeiros tem UM PROJECTO EM COMUM PARA A ENFERMAGEM!

    Lamento, no entanto, ter conversado muito pouco com os alunos da Licenciatura. Para quaisquer mudanças profundas na profissão, a intervenção destes futuros profissionais é obviamente necessária!

    Neste circulo de blogs, a grande maioria das participações tem surgido de Enfermeiros, havendo no entanto uma categoria do Blog Ilmatto, de nome enfermaticando, em que este aluno de Enfermagem partilhava as suas opiniões sobre a profissão (nem sempre politicamente correctas!).

    Surgiu recentemente outro Blog de um aluno de Enfermagem, de nome Enfermaticando.

    Coincidência ou não (as semelhanças entre os nomes são evidentes, serão do mesmo autor?), são muito bem vindas as suas participações!

    Estou muito curioso sobre os futuros artigos e gostaria que estes não caissem nas banalidades, que se encontram quando se faz uma pesquisa na Internet, com as palavras"alunos, enfermagem, blogs".

    Seguro que a Enfermagem se constroi com a contribuição de todos (os alunos, os profissionais em exercício, os reformados), espero assim contribuições dos seus autores!

    Os desafios do Futuro serão enfrentados por todos os que agora frequentam as Escolas de Enfermagem.

    Com Amizade, Carlos.

    25/02/2004

    Notícias nos jornais e auditorias (1)... 

    .
    Nos últimos dias, muito se tem falado da notícia do jornal "Público", sobre a Urgência do Hospital de Setúbal e o documento entregue ao Conselho de Administração do dito hospital.

    Ainda ontem inclusive, no "Jornal de Notícias", se referia também que o serviço citado, seria alvo de uma auditoria externa, a convite da administração deste hospital.

    Trata-se de uma atitude que merece o reconhecimento de todos nós, pela preocupação demonstrada pelo Conselho de Administração, após a denuncia dos Enfermeiros da Urgência.

    No entanto, tenho algumas dúvidas...

    Em situações como esta, que afectam utentes, a Ordem dos Enfermeiros, como garante da Qualidade de Cuidados de Enfermagem, não deveria ter uma intervenção diagnóstica?

    Igualmente a Entidade Reguladora da Saúde, recentemente criada, não deveria ter uma intervenção fiscalizadora?

    Quem souber a resposta, que me explique!

    Homenagem aos Comentários (1)... 

    .
    Após rever diversos comentários aos artigos anteriores, é com alguma alegria que vejo que algumas pessoas tiveram a gentileza de partilhar comigo as suas ideias e pensamentos. A eles o meu "Muito Obrigado". Assim fica aqui uma resenha destes comentários, esperando poder encontrar os seus autores (assim como novos comentadores), em futuros artigos.

    11/12/2003
    CIPE (1)...

    Bom dia!
    De facto a CIPE como sistema taxonómico é detentor de eneormes potencialidades que permitem que a visibilidade do trabalho desenvolvido pelos enfermeiros seja um facto incontestável.
    Na forma como está estruturada e ao forçar um juízo critico e reflectido sobre o que fazemos, porque o fazemos e que mais valias ou resultados obtemos com os nossos actos constitui uma importante ferramenta de trabalho.
    António 12.02.04

    09/01/2004
    Cuidados Continuados (1)...

    É com muito gosto que vejo neste site um espaço de discussão para os enfermeiros, e ainda mais a integração da área temática relacionada com os cuidados continuados de saúde.
    a nível dos cuidados continuados ainda existe muito por fazer. De alguma maneira existe equipes a trabalhar no terreno com muito valor, e com bons resultados, mas lembro que isso deve-se essencialmente à persistencia e "carolice" dos enfermeiros. É importante que este tipo de actuação seja divulgada e não ficar nas gavetas dos diversos gabinetes.
    É importante que os enfermeiros se habituem a avaliar e a divulgar o seu trabalho. Pois só assim é que se consegue projectar para a opinião pública da real importância da Enfermagem no sistema de saúde.
    Paulo Santos 09.01.04

    18/01/2004
    Eleições (3)...

    É triste, mas isto só reflecte a importância que se dá à ordem dos enfermeiros... é preciso procurar atentamente até para ver os resultados das eleições... o que não foi surpresa dado o número de candidatos (um!!)... Será que nunguém quer pegar na enfermagem em portugal?? Seá medo ou falta de esperança??
    En?gma 18.01.04

    01/02/2004
    Blogs sobre Enfermagem (3)...

    Obrigada pelo pelas palavras encorajadoras. Nem sempre é fácil passar para escrito as reflexões sobre as nossas acções. Por triviais que pareçam, todas as nossas acções têm um reflexo, uma repercussão.
    Cris 02.02.04

    01/02/2004
    Desabafo (1)...

    Olá Carlos, finalmente consegui entrar. partilho da mesma opinião que tu relativamente á morte do jogador. parece-me que á volta desta morte existe todo um aproveitamento dos sentimentos e da dor, por parte dos media. desde que dê lucro tudo vale. Até os sentimentos e dor são um produto que vende.
    Elisabete 02.02.04

    Tem muita razão colega. Não querendo minimizar a dor nem a tristeza em relação ao Feher, há mutitas outras pessoas que morrem em trsites situações de uma forma amarga... sós, acompanhadas pelos familiares ou pelos profissionais de saúde, maioritariamente enfermeiros.... Pena, que não se lembrem dessas pessoas... que apenas ficam no coração de alguns...
    En?gma 02.01.04

    06/02/2004
    Entidade Reguladora de Saúde (1)...

    Será, não será que o único nome até agora falado em conselho de ministros para presidente deste organismo foi o do Correia de Campos...ouvi dizer que o Sr Pereira saíu da reunião de ministros a pedir qualquer coisinha para as dores de cabeça...será não será??
    Baltazar 15.02.04

    18/02/2004
    Lei de Gestão Hospitalar (1)...

    Gostaria de salientar a importãncia da enfermagem, neste tipo de gestão, uma gestão que cada vez mais a aplicação das leis de mercado nos Hospitais é uma realidade infeliz.
    Assim sendo a conscienlização dos enfermeiros que nos dias de hoje é fundamental, e pressupõe um maior empenho numa mudança de comportamentos e desse modo contribuir de forma efectiva para a melhoria na qualidade dos cuidados e para o tão desejado avanço da profissão.
    Mas a mudança só é possivel se existir um conhecimento, como por exemplo da lei de Gestão Hospitalar, só deste modo nós enfermeiros podemos tornar- nos elementos activos na implementação das mudanças.
    Delio 23.02.04

    A diversidade destes comentários vieram enriquecer este espaço e aprofundar a minha reflexão sobre esses temas.

    Um abraço, Carlos.

    18/02/2004

    Lei de Gestão Hospitalar (1)... 

    .
    Nos últimos dias, tenho falado com alguns colegas, que me têm expressado o seu descontentamento com os Hospitais S.A.

    Para estes, a situação dos hospitais públicos com administração ainda pública continuaria a ser a opção ideal, encontrando-se os utentes e os enfermeiros destes hospitais em melhor situação do que os utentes e os profissionais das S.A.

    Mas para grande supresa minha, vi a verificar que a maioria desconhecia as últimas alterações á Lei de Gestão Hospitalar.

    Na minha opinião, qualquer discussão sobre estes modelos pressupôe o conhecimento desta Lei. Assim, passo a disponibilizar o endereço para a respectiva legislação, passível de consulta no site do IAPMEI.

    Decreto-Lei nº 188/2003 de 20 de Agosto de 2003


    Regulamenta os artigos 9.º e 11.º do regime jurídico da gestão hospitalar, aprovado pela Lei n.º 27/2002, de 8 de Novembro.

    Lei nº 27/2002 de 8 de Novembro de 2002


    Aprova o novo regime jurídico da gestão hospitalar e procede à primeira alteração à Lei n.º 48/90, de 24 de Agosto.

    Considero a sua consulta fundamental!

    Talvez as diferenças não sejam assim tão grandes... pois ambos aplicam leis de mercado na sua gestão.

    A Entidade Reguladora de Saúde poderá ter um papel no controlo de eventuais abusos, mas só o tempo o dirá se estes existem ou se são detectados.

    Com Amizade, Carlos.

    06/02/2004

    Entidade Reguladora de Saúde (1)... 

    .
    Em Dezembro passado, foi publicado o decreto-lei que regulamenta a Criação da Entidade Reguladora da Saúde.

    No actual contexto de reformas e restruturação do Serviço Nacional da Saúde, com parcerias do sector privado, esta Entidade surge como estrutura reguladora e fiscalizadora das instituições prestadoras de cuidados de Saúde.

    Penso que é fundamental que todos os profissionais de saúde conheçam as suas funções, pelo que fica aqui disponível o endereço para consulta, localizado na página do IAPMEI.

    Decreto-Lei nº 309/2003 de 10 de Dezembro de 2003

    Criação da Entidade Reguladora da Saúde


    Leiam e deixem comentários!

    Com amizade, Carlos.

    04/02/2004

    Certificação de Serviço (1)... 

    .
    No site do Instituto de Qualidade da Saúde, encontra-se disponível um documento sobre "Certificação de Serviço". Enquanto documento, refere algumas considerações sobre Qualidade, descrevendo ainda uma utilização deste instrumento num hospital português, por sinal uma S.A.

    Considero oportuno, uma leitura atenta deste documento, por considerar que a Qualidade é um Valor a promover (no qual os Enfermeiros sempre estiveram na primeira linha), considerando que estas actividades também devem ser aplicadas noutros hospitais (sem haver até necessidade de serem S.A).

    Penso que a monitorização da Qualidade, poderá demonstrar a Qualidade dos Cuidados até agora prestados no S.N.S., que alguma comunicação social insiste em atacar, quantas vezes sem razão.

    Por isso todos os esforços dos profissionais de promover e demonstrar essa Qualidade, merecem maior divulgação entre os pares e a sociedade em geral.

    Pela minha parte, aqui fica o endereço:

    Certificação do Serviço

    Espero que leiam e comentem!

    Com amizade,

    Carlos


    01/02/2004

    Blogs sobre Enfermagem (3)... 

    .
    Os blogs podem ser uma importante ferramenta na Internet para os Enfermeiros. É essa a minha convicção, e por isso tenho apostado nela, esperando ajudar na Reflexão sobre uma profissão em que acredito, que é a Enfermagem.

    Acredito no conceito de Blog Temático, ou seja um blog que gira à volta de um tema, ou uma atitude, uma maneira de estar. Eu acredito que é possivel um Blog Temático sobre a Enfermagem. Penso que a Enfermagem, e os Enfermeiros tem feito muito pela saúde do país. Penso que ainda podem fazer muito mais!

    Não estou aqui para criticar, mas para valorizar o esforço de alguns, que na minha modesta opinião, tem contribuido para a projecção da Enfermagem, junto dos seus pares e da sociedade. Também acredito numa abordagem formativa, orientando para referências na Net, que considero importantes. Igualmente tenho estado disponível para aprender com outras experiências, que tenho valorizado, ao longo destes artigos.

    Nesse aspecto, quero salientar os dois blogs que acrescento à lista de "BLOGS SOBRE ENFERMAGEM".
    São trabalhos válidos, que considero úteis a uma reflexão sobre esta profissão.

    Uma especial referência ao blog "Enfermeirame". É polémico, subversivo, crítico, por vezes exagerado...mas muitos blogs também o são! Considero-o interessante, pela discussão que tem gerado, nas suas páginas.
    Não tenho concordado com algumas das suas opiniões, e assim o tenho manifestado nos comentários. Tenho que agradecer, a objectividade com que estes comentários tem sido encarados, por parte dos autores desse espaço.

    Uma referência também ao blog "Com Pinga de Sangue". Ainda que recente, tem uma qualidade de construção, que devo felicitar. Ao relatar as vivências dos seus autores, abre caminho ás reflexões sobre as nossas próprias experiências, fomentando a discussão sobre os objectivos, as práticas e os resultados das actividades de Enfermagem. Por isso merece a minha admiração, pela coragem demonstrada, pois nem sempre é facil falar do nosso dia a dia!

    Com Amizade,
    Carlos.

    Desabafo (1)... 

    .
    Passada uma semana sobre o falecimento do Miklos Feher (em que a comunicação social já o esqueceu e passou à procura de novas notícias), sinto-me à vontade para falar um pouco sobre esta infeliz situação.

    Não sobre o incidente em si, que outras pessoas mais qualificadas avaliarão, mas sobre o que é enfrentar a morte, nas suas diversas manifestações.

    Que todos morremos, é uma verdade que todos sabemos. Agora que esta nos salte à vista, já não é habitual para a maioria dos mortais. Essa realidade, muitas vezes é "desterrada" para os hospitais, onde os enfermeiros são as principais testemunhas desse sofrimento.

    No dia em que o Miklos morreu, por este país fora, morreram igualmente muitos jovens em acidentes de viação, com doenças incuráveis (Leucemias, Tuberculoses multi-resistentes, Sida...), por suicídios...

    Estes jovens também sorriram, mas o seu sorriso não emocionou multidões, não abriu noticiários, não deu razão a peregrinações. Tiveram como testemunhas, apenas os seus familiares e os profissionais de saúde que junto deles permaneceram, no âmbito das suas obrigações profissionais.

    Com esta constatação, não pretendo apelar à demagogia, mas simplesmente relembrar como é relativo o Sofrimento Humano. Quem sofre ou quem deles cuida, merece outra atitude, por parte de todos nós.

    Quanto ao Miklos Feher, que descanse em Paz...

    Carlos

    25/01/2004

    Economia da Saúde (1)... 

    .
    A Economia na Saúde tem sido um tema muito discutido nos últimos tempos. Muito se tem dito, muitas vezes sem conhecimento de causa dos problemas que afligem a nossa população.

    É um tema que afecta a todos, sendo todas as discussões sobre este tema, pertinentes.

    A Sociedade Portuguesa de Economia da Saúde, é uma associação pluriprofissional, que muito se tem preocupado com este tema, tendo desenvolvidos algumas iniciativas, que podem ser observadas no seu site.

    Como Enfermeiro, penso que também nós não devemos ficar afastados destas discussões, para que possamos também dar o nosso contributo.

    Por isso, aqui fica o endereço.

    Sociedade Portuguesa de Economia da Saúde

    Carlos

    18/01/2004

    Eleições (3)... 

    .
    Aqui ficam os resultados finais das Eleições para os Corpos Sociais da Ordem dos Enfermeiros. Estãos os resultados correctos disponíveis na Página da Ordem. É necessário ter Acrobat Reader!

    O Endereço:

    Resultados Eleitorais

    Votos de Bom Trabalho, aos Eleitos!

    Carlos

    14/01/2004

    Eleições (2)... 

    .
    A ausência da divulgação dos resultados da eleição para os Corpos Sociais da Ordem dos Enfermeiros, têm surpreendido muita gente. Se por um lado, é opinião geral que a taxa de abstenção foi muito alta, esta não tira legitímidade aos Corpos Sociais eleitos.

    Obviamente que deve ser objecto de reflexão este "potencial" afastamento da Ordem em relação aos seus representados e será concerteza, algo a considerar em futuras eleições, mas é necessário uma Ordem actuante JÁ!

    Pela minha parte, votei e incentivei os meus colegas a votar! Agora espero por uma Ordem que defenda os utentes deste país, garantindo cuidados de Enfermagem de qualidade, defendendo as condições de trabalho dos seus associados, previlegiando sempre a sua autonomia.

    A tomada de posse a 21 de Janeiro, deve ser motivo de Esperança, mas também de Exigência, dos Enfermeiros para com a sua Ordem, mas Igualmente da Ordem para com os seus associados, mobilizando-os a reflectir sobre o Futuro da Enfermagem no nosso país.

    Os desafios para este ano são muitos e não compartilho do optímismo da Bastonária cessante, em relação ao ano de 2004!

    Votos de Bom Trabalho, para quem escolheu tão exigente tarefa.

    Com Amizade,

    Carlos (Karl)

    12/01/2004

    Investigação e Enfermagem (1)... 

    .
    Talvez seja desconhecido por muitos Enfermeiros, mas existe uma associação europeia de investigadores de Enfermagem.

    Mais ainda, Portugal está filiado nessa associação através da Associação Portuguesa de Enfermeiros.

    Esta associação chama-se:

    Workgroup of European Nurse Researchers


    Para os surpreendidos, mais uma novidade!

    Será em Lisboa, a próxima reunião desta associação, de 5 a 8 Outubro de 2004, no Colégio S. João de Brito.

    O tema da reunião será "Investigação de Enfermagem. Contribuição da Enfermagem para a Saúde dos Cidadãos da Europa".

    O endereço da página do congresso é o seguinte:

    12ª Conferência Bienal do Grupo de Trabalho dos Enfermeiros Investigadores Europeus

    A consultar por todos os interessados!

    Deveriam ser todos os Enfermeiros...

    Carlos (karl)

    10/01/2004

    Cuidados Continuados (2)... 

    .
    Conforme prometido, após autorização do Enfº Paulo Santos, aqui fica o link para o projecto lei.

    Projecto Lei da Rede de Cuidados Continuados da Saúde

    Quem estiver interessado, não perca a oportunidade de consultar!

    Carlos (Karl)

    09/01/2004

    Cuidados Continuados (1)... 

    .
    Hoje estou feliz...

    Assim começa uma canção popular do Gabriel, o Pensador, mas define o meu estado de espirito de hoje!

    É sempre uma grande alegria para mim, quando descubro páginas de Enfermeiros dedicadas à Saúde, especialmente se forem portuguesas e de grande actualidade!

    Assim é a página do Enfº Paulo Santos, com o nome de "Cuidados Continuados".

    Trata-se de um conceito inovador em Saúde e deveria merecer maior atenção por parte dos enfermeiros, pois encontra-se em fase de planeamento, a criação de uma rede de instituições de saúde (públicas ou privadas), que visam complementar os Cuidados de Saúde Primários e os Cuidados de Saúde Secundários, no atendimento às populações com necessidades de cuidados de saúde.

    O projecto lei que já foi aprovado, e que regulamenta essa Rede, encontra-se disponível no seu site. O link para o site vai ficar disponível na coluna do lado.
    Se o Enfº Paulo concordar, também ficará disponivel o link para o Projecto Lei.

    Carlos (Karl)

    07/01/2004

    Blogs sobre Enfermagem (2)... 

    .
    É imodéstia falar sobre algo que o próprio faz, mas é um desafio também às pessoas que me dignaram com a leitura deste espaço.

    Foi criado um outro blog, para falar também de Enfermagem, mas sobre Cuidados Intensivos. Tem o nome de "Enfermagem nas UCIs".

    Porquê esta escolha?

    Em primeiro lugar, porque gosto de Cuidados Intensivos e é a área onde actualmente trabalho.

    Em segundo lugar, porque considero útil haver diversos blogs temáticos sobre Enfermagem. Há tantas questões a levantar, tantas dúvidas a esclarecer, tantas certezas a contestar!

    Espero que seja também do vosso agrado, e que continuem a visitar-me aqui e no outro blog.

    Com amizade, Karl (Carlos).


    03/01/2004

    Qualidade (1)... 

    .
    Fala-se muito de Qualidade. Mas será que se faz alguma coisa para a melhorar?

    Pelos vistos, alguns pensam que sim!

    Não desistam. Para consolação vejam a página do Instituto da Qualidade em Saúde, disponível na coluna ao lado.

    Está bem construido, é acessível, e tem disponível muita informação util!

    P.S. Bom Ano para todos!

    30/12/2003

    Comunidade online (1)... 

    .
    Após algumas sugestões de vários colegas, em que era referido a ausência de um espaço de maior diálogo, em que os enfermeiros pudessem manter discussões de uma forma continuada, criou-se um espaço para esse efeito.

    Está acessível na coluna ao lado com o nome de Comunidade online. Para participar, será necessário que os interessados tenham uma conta Hotmail activa, e que ao aceder ao espaço, peçam autorização para o efeito.

    Prometo ser breve na resposta, para podermos manter longas conversas, que se esperam produtivas, sobre a Enfermagem.

    Quem estiver interessado, não hesite em fazê-lo!

    27/12/2003

    Blogs e Enfermagem (1)... 

    .
    Hoje inicia-se um espaço neste blog. Pela primeira vez, na sua curta duração, cria-se um link para outro blog. Não quer com isto dizer que até agora não houvessem blogs sobre Saúde e Enfermagem que fossem de meu conhecimento, mas que pelas suas caracteristicas, eram mais diários pessoais, do que espaços de reflexão.

    É meu objectivo, que este blog seja um blog temático, espaço de pessoas para pessoas que se preocupam com a Enfermagem e a Saúde em geral. Assim a quem tiver conhecimento de espaços similares, agradeço que me sejam enviados os endereços.

    O blog que recomendo tem o curioso nome de "Enfermaginando", é brasileiro e é feito por uma enfermeira. Bem construido, com tópicos interessantes, tem ainda a curiosidade de a autora ser também escritora e ter escrito um livro sobre as suas vivências com um irmão deficiente. Este livro, que por sinal, está a mobilizar vontades no Brasil, para a reflexão sobre a assistência à pessoa deficiente. Seria interessante que esta reflexão também ressurgisse em Portugal, pois os bons exemplos são para seguir!

    Felicidades à autora, e que a lista de pessoas que o consultam, não deixe de aumentar!



    22/12/2003

    Diabetes (1)... 

    .
    A página da "Federation Of European Nurses In Diabetes", é um bom exemplo das possibilidades de intervenção dos Enfermeiros na reabilitação e prevenção de complicações associadas a algumas patologias.

    No caso da Diabetes, este projecto demonstra a importância crucial de incluir os Enfermeiros nas estratégias para minorar o impacto desta doença crónica, junto dos doentes e suas famílias.

    Tratam-se de soluções valorizadoras do papel da Enfermagem, que devem ser tidas em contas também no atendimento a outras situações de doença.

    18/12/2003

    Cuidados Intensivos (1)... 

    .
    A página da Sociedade Portuguesa de Cuidados Intensivos é uma página muito interessante, dirigida aos profissionais de saúde, que trabalham nesta área.

    Com diversos anexos extremamente interessantes, merece ser explorada a fundo, assim como ser um local de passagem frequente, devido à manifesta actualidade dos seus artigos.

    É importante a disponibilidade de consultar a revista online publicada pela Sociedade, com artigos actuais de médicos e enfermeiros.

    Pode-se aceder à página, na coluna do lado.


    14/12/2003

    Enfermagem e Informática (2) 

    .
    Estive hoje a rever uma página já minha conhecida. Trata-se de uma página espanhola feita por um enfermeiro, com temáticas sobre Enfermagem. Tem o título sugestivo de "Enfermería Avanzada". E os prémios recebidos (pelo menos na página assim o afirma) parecem dar razão a este nome.

    Na minha opinião, esta página é a demonstração, de como índividualmente, cada profissional de enfermagem pode contribuir para a Reflexão sobre a sua Profissão, seja através da Internet, seja de outras formas ao seu alcance. Neste aspecto é um exemplo a seguir, no qual eu me revejo.

    Obrigado, Enf. Castillo, pelo seu trabalho!

    A página vai ficar agora disponível na coluna ao lado.



    12/12/2003

    Enfermagem e Informática (1)... 

    .
    Recebi um comentário em que era questionado o interesse da Informática para a Enfermagem.

    Em relação a essa questão, penso que para além da pesquisa de dados, possibilidade de comunicação entre pares e aquisição de novos conhecimentos, a Informática proporciona instrumentos que possibilitam maior precisão nos registos de Enfermagem. O límite para o uso da Informática é o da nossa imaginação...

    Sugiro como consulta, a página da "Sociedad Española de Enfermería Informática" disponível na coluna ao lado.

    Aguardo comentários...

    11/12/2003

    CIPE (1)... 

    .
    Abro aqui um espaço para discussões sobre a Classificação Internacional de Práticas de Enfermagem, da autoria do Conselho Internacional de Enfermagem (ICN/INCP).

    Esta Classificação promete revolucionar a Prestação de Cuidados de Enfermagem, estando já a serem feitos muitos estudos em todo o mundo, usando este recurso.

    Assim, é importante reflectir sobre esta Classificação e de que forma ela pode e deve ser implementada nos serviços de saúde.

    Quem não conhece, pode consultar o endereço na coluna do lado. Basta carregar no local!

    Aguarda-se comentários, opiniões e porque não, experiências com esta classificação!

    Pesquisas (1)... 

    .
    Foram acrescentados alguns locais na lista ao lado.

    Quem não os conhece, sugiro que os veja, pois são muito instrutivos.
    Nos próximos dias, serão fornecidos outros endereços, com principal destaque para as páginas portuguesas.
    Quem tiver sugestões, que as envie para o endereço de correio electrónico deste Blog.

    Espero que gostem!

    10/12/2003

    Eleições... 

    .
    Hoje é dia de eleições para a Ordem dos Enfermeiros.

    A participação dos Enfermeiros é importante para a manutenção de uma Ordem representativa dos seus membros, na defesa dos direitos dos Utentes e na garantia das condições de trabalho.

    O Voto é fundamental!

    Escolham bem!


    08/12/2003

    Ínicio... 

    .
    A Enfermagem enquanto Ciência tornada profissão tem, nas últimas décadas, ultrapassado muitos e diversos desafios, com melhoria da prestação de cuidados à População, na promoção da Saúde e na prevenção da Doença. As novas tecnologias de Informação, no entanto, ainda são das áreas menos procuradas pelos Enfermeiros, no desenvolvimento dos seus saberes.

    Este Blog pretende ser um espaço de reflexão do seu autor, mas esta reflexão só fará sentido se fizer parte de uma reflexão muito maior, com a participação de outros colegas, mas também dos utentes, já que os Cuidados de Enfermagem, têm um óbvio destinatário.

    This page is powered by Blogger. Isn't yours?